segunda-feira, 23 de março de 2015

Os jogos de Matemática



    Nos dias 9 e 10 de março de 2015 eu e a professora e meus amigos do 4º no A fizemos os jogos do Nunca 2 e Nunca 10. Fizemos os jogos na sala de aula e isso foi feito para relembrarmos o sistema de numeração decimal: centena, dezena e unidade.
     A turma foi organizada em grupos e a professora explicou as regras do jogo. No jogo Nunca 2 tínhamos que formar grupos de 2 em 2 e um jogador jogava contra o outro. No jogo Nunca 10, os grupos formados na sala jogavam um contra o outro e tínhamos que formar um conjunto com 1.000 unidades, organizando de 10 em 10.
      Para fazer os exercícios utilizamos os seguintes materiais: papel, borracha, lápis, dados, canudos e palitos. Também contamos com a ajuda da professora e foi uma aula muito divertida.
Texto escrito pelo aluno João Vitor Bertoldo.



quarta-feira, 18 de março de 2015

sexta-feira, 13 de março de 2015

Edital de convocação



EBM Dr. Amadeu da Luz                                                                       

Pomerode, 12 de março de 2015

 EDITAL DE CONVOCAÇÃO

A Diretoria da Associação de Pais e Professores “Christian Frahm” da EBM. “Dr. Amadeu da Luz”, no uso de suas atribuições, convoca todos os membros para a Assembléia Geral da APP, no próximo dia 17/03/2015, terça-feira, em 1ª convocação para às 18:45h e em convocação para às 19h com qualquer número de membros presentes.
Local: Quadra coberta da EBM. “Dr. Amadeu da Luz”
Ordem do dia:
  1. Apresentação de Professores e Funcionários;
  2. Vídeo APP;
  3. Prestação de contas;
  4. Metas 2015;
  5. Contribuição Espontânea;
  6. Assuntos diversos;
  7. Palavra livre.
Desde já, contamos com a presença de todos e renovamos protestos de estima e consideração.

Atenciosamente,
DIRETORIA DA APP
Publicado em 12/03/2015

quarta-feira, 11 de março de 2015

Trabalho de Ciências



    No dia 09 de março de 2015 a turma do 4º ano A fez um trabalho de Ciências sobre as plantas.
 Nesse trabalho a turma teve que observar uma planta do pátio da escola, escrever as suas características e depois desenhá-la. A professora nos ajudou, tirou foto e foi um trabalho bem legal. Vimos borboletas, passarinhos, moscas, formigas e conhecemos vários tipos de plantas num belo dia de sol. 

Texto escrito pela aluna Esther Nayara Duwe

sexta-feira, 6 de março de 2015



O 6º ano B está estudando expressões populares. Essas expressões não podem ser interpretadas ao pé da letra no dia a dia, do contrário não fariam sentido. Mas, como há algumas bastante interessantes, o 6º ano B resolveu ilustrá-las em seu sentido literal.
Você e capaz de descobri-las? Coloque suas respostas...



quarta-feira, 4 de março de 2015

MICROCONTOS


O precursor e talvez o mais famoso microconto já produzido, do guatelmateco Augusto Monterroso, "Cuando despertó, el dinosaurio todavía estaba allí" (Quando acordou, o dinossauro ainda estava lá), consolidou uma vertente de microliteratura, o desafio de contar algo em pouquíssimas palavras de contados toques.

Alguns autores conceituam e estipulam limites precisos, nascendo assim algumas classificações: nanocontos (até 50 letras, sem contar espaços e acentos), microcontos (até 150 toques, contando letras, espaços e pontuação) e minicontos (alguns estipulando 300 palavras; outros, 600 caracteres). Nada disso é muito rigoroso e depende de critérios editoriais de quem os adotou.

Seja seu destino a publicação em celulares, camisetas, postais, folhetos na praia, cartazes nos postes, azulejos, hologramas, o mero esquecimento ou o lixo simplesmente, uma coisa posso afirmar: é muito divertido de escrever!

O 9º ano  A colocou a mão na massa, ou melhor, nas teclas e elaborou os seus. Confira alguns:

Porque só um príncipe pode acordar a Branca de Neve?
Igor R. Hornburg

Nem sempre dá para esconder a mentira
Posso tentar esconder a mentira, mas como dizem a mentira tem perna curta, mas no meu caso o nariz é que cresce.
Júlia Nayara Schmidt

Romantismo.
Nesta noite vivenciei um sonho perfeito, havia pétalas de rosas no chão, velas na mesa e alianças na mão de meu futuro marido.
 Júlia Nayara Schmidt

Amizade colorida
Eles eram melhores amigos,o amor ficou mais forte e hoje estão no Caribe em frente ao padre declarando um sim.
Bianca Caroline Klöhn

Para sempre
Algumas vezes você faz as escolhas, outras, as escolhas fazem você. E é assim que eu estou no orfanato.
Bianca Caroline Klöhn

Azarado
Pensei que não existia maldição e do nada “ah, para de me arranhar, gato preto”.
Bianca Caroline Klöhn

Ele olhou para ela e ela para ele, começou com um “oi” e formou um “eu te amo”
Matheus B. Butzke

A Princesa e o Sapo
Um dia ela beijou o sapo, e no outro era mãe de 10 girinos...
Martin Krueger

Branca de Neve
Algum tempo depois descobriram que o espelho mágico tinha problema de visão.
Ana Carolina De Souza

Sexta feira 13
Sexta feira 13, sábado 14 e nunca vi um lobisomem.
Ana Carolina De Souza

Buffet
Poções, cérebros, pescoços e no outro dia uma dor de barriga.
Janaína Porath

Rato
O rato roeu a roupa da rainha, o rei com raiva, matou o rato.
Janaína Porath

O uivo
Um menino escutou um uivo e falou:
- Mamãe, quero um cachorro.
Um mês depois o uivo vinha dele.
Sandy Larissa Rahn

O gato preto
Alguém inventou os números, outros a sexta feira, mas no fim a culpa foi do gato preto.”
Katlin Bendheim

Sexta -feira  13
Contaram-lhe da sexta-feira 13 ele não acreditou, passou debaixo de uma escada e a morte o levou.
Mayara  Bertoldo

À primeira vista
Cheio de esperança dela aproximou-se. Desiludido foi embora. Já tinha namorado.
Nayara  L. Jandre

Traição
Por ódio e decepção, deixou-se levar. A bebida e as drogas trouxeram-lhe para cá: “bem vindo ao cemitério.”
Nayara L. Jandre

A Verdade Sobre Os Três Porquinhos
Já percebemos que o porquinho Cícero não será um belo arquiteto.
Thomas Ricardo Reinke.

A Tragédia Da Velocidade
Ele fazia questão de ir o mais rápido, hoje, não pode ir a lugar algum.
Thomas Ricardo Reinke.

O perigo vem de cima
Olhei para um lado, depois o outro, não vi nada, fui atravessar, morri: um satélite caiu em mim.
Gabriel Salomon

Cinderela
Ding dong, o sino tocou, ela correu, e o sapatinho deixou.
Yasmin Borchardt

Cinderela
Cinderela perdeu o sapatinho porque era loira.
Gabriel Vargas

Os 3 porquinhos
O Lobo Mau morreu na casa do Cícero com ataque de asma.
Anderson Hutter Miguel

Piquenique
Fomos fazer um piquenique e esquecemos a comida. Tivemos que voltar pra comer em casa
Jeferson Mateus Maass

Terror rápido
Doeu, olhou, sangrou, morreu.
Johann G Wachholoz

Castelo assombrado
Era meia noite numa sexta feira 13,entrou numa casa mal- assombrada, subiu no elevador e nunca mais voltou. 
Vanessa Baumann
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...